domingo, 15 de julho de 2007

COMITÊ 9840 - 18/12/05

NOTA PÚBLICA - CASO RUY MUNIZ
O Comitê de Combate à Corrupção Eleitoral de Montes Claros, sobre o caso Ruy Muniz, tendo em vista a convicção plena da robustez das provas apresentadas contra este senhor (que constam de gravação da voz do então candidato prometendo a doação de 800 bolsas de estudo, cuja autenticidade não foi sequer negada), tem a dizer que infelizmente o Brasil ainda é o país da impunidade, onde os presos pobres de Contagem, por serem pobres, são tratados como porcos no chiqueiro, enquanto o juiz Nicolau e o senhor Paulo Maluf, que são ricos e podem contratar bons advogados, são soltos porque estariam estressados na cadeia. Por isso é que a forma de composição dos Tribunais transformou-se hoje em bandeira de todos os partidos e já não é mais possível a nenhum cidadão se iludir acreditando que as leis é que são fracas , quando na verdade em muitos casos o que tem que ser questionado é a forma com que as leis são aplicadas em alguns tribunais. O Brasil se mobilizou e recolheu mais de um milhão de assinaturas exigindo do Congresso Nacional a edição de uma lei que punisse com efetividade a compra de votos e hoje temos a Lei nº 9840/99, que pune a simples promessa de vantagens em troca do voto. Em Montes Claros, movimentos sociais e organismos pastorais criaram o Comitê 9840, com o intuito de garantir a efetividade da Lei de Combate à Corrupção Eleitoral. Entretanto, as decisões do TER/MG que reformaram as sentenças do Juízo de primeira instância nos casos de Ruy Muniz e Ademar Bicalho demonstram a dificuldade de se pôr fim à nossa triste história de um país conhecido por ajeitar e acomodar as situações, até as mais improváveis. Desse modo, mesmo contra todas as adversidades, mas convictos da necessidade de se dar combate à corrupção eleitoral no País, nós que participamos desta cruzada pela moralização da política brasileira, reafirmamos a nossa disposição para a luta, que continua e está apenas no início. Estamos perdendo uma batalha, mas não perderemos a guerra. Comitê Municipal de Combate à Corrupção Eleitoral- Lei 9840 Montes Claros 16 de Dezembro de 2005

3 comentários:

ANA MARIA disse...

É INTERESSANTE COMO ESSE CIDADÃO SE DÁ BEM...
ROBOU O BB DE JANAUBA, PASSOU A PERNA NOS PADRES E TOMOU O COLEGIO SÃO NORBERTO, FOI CASSADO POR TER COMPRADO VOTOS PARA SE ELEGER VEREADOR E FOI ABSOLVIDO E AGRACIADO COM A ELEIÇÃO PARA DEPUTADO ESTADUAL... VALE A PENA SER HONESTA??

josé oscar da fonseca chaves disse...

Ana Maria, não ouso criticar a Justiça que o absolveu. Só Ela e Deus sabem como e porquê.
Agora, devemos nos perguntar porque o povo brasileiro parece fazer questão de votar justamente nos políticos mais podres do país.Quanto mais podres, mais votos ganham. Só vejo uma explicação. Os pobres é que votam neles a trôco de vantagens tais como um par de dentaduras, um par de sapatos, uma cesta básica, só pode ser... isso até quando????

gu disse...

O brasileiro tem a cara do seu político.Fazer o que,ainda tem gente que vai votar nesse cara.